terça-feira, 31 de maio de 2005

PEC

acaba o 1º mês do ciclo do realizador
hoje até comprei com antecedência o bilhete

mas preferi ficar a dar na cabeça dos economistas

Borges, Jorge Luis

.

De nada se sabe

La luna ignora que es tranquila y clara
Y ni siquiera sabe que es la luna;
La arena, que es la arena. No habrá una
Cosa que sepa que su forma es rara.
Las piezas de marfil son tan ajenas
Al abstracto ajedrez como la mano
Que las rige. Quizá el destino humano
De breves dichas y de largas penas
Es instrumento de otro. Lo ignoramos;
Darle nombre de Dios no nos ayuda.
Vanos también son el temor, la duda
Y la trunca plegaria que iniciamos.
¿Qué arco habrá arrojado esta saeta
que soy? ¿Qué cumbre puede ser la meta?


SC

segunda-feira, 30 de maio de 2005

Força Vitória...

Rio Azul

Setúbal eu tenho pena
De não te saber cantar
Tu és mote de um poema
Que ninguém pode ensinar

Se a beleza em qualquer lado
Se medisse com dinheiro
Com a princesa do Sado
Comprava-se o mundo inteiro

Onde é que existe
Um rio azul igual ao meu
Que em certos dias tem a mesma cor que o céu
Minha cidade é um presépio é um jardim
Queria guarda-la inteirinha só para mim

Setúbal terra morena
Onde tudo te fica bem
Tens a beleza serena
Do rosto de minha mãe

Oh rio Sado de águas mansas
Para o mar vais a correr
Não leves as minhas esperanças
Sem esperanças, não sei viver

BB

domingo triste

eram 4 e meia da tarde quando li no jornal o resultado do Casa Pia x Atlético e soube da vitória do Ribeira Brava



valeu ainda estar sobre o efeito do choco frito e da sangria e pelos saborosos caracóis que comi em Setúbal durante a festa da Taça

sexta-feira, 27 de maio de 2005

viagens (II)

amanhã às 15h30, na Cinemateca, não o reverei


de regresso ao trabalho

os dois esgotados





Sim ou Não. Eis a questão?



SC

viagens



Tú no puedes volver atrás, / porque la vida ya te empuja, / como un aullido interminable, interminable.
Te sentirás acorralada, / te sentirás perdida y sola, / tal vez querrás no haber nacido, no haber nacido.
Pero tú siempre acuerdate / de lo que un día yo escribí / pensando en ti, pensando en ti / como ahora pienso.
La vida es bella ya verás / como a pesar de los pesares / tendrás amigos, tendrás amor, tendrás amigos.
Un hombre solo, una mujer, / así tomados, de uno en uno / son como polvo, no son nada, no son nada.
Entonces siempre acuérdate / de lo que un día yo escribí....
Nunca te entregues ni te apartes, / junto al camino, nunca digas: / no puedo más y aquí me quedo, y aquí me quedo.
Otros esperan que resistas, / que les ayude tu alegría, / que les ayude tu canción, entre sus canciones.
Entonces siempre acuérdate...
La vida es bella, ya verás...
No sé decirte nada más / pero tú debes comprender / que yo aún estoy en el camino, en el camino.
Pero tú siempre acuérdate...
(PALABRAS PARA JULIA, Paco Ibáñez & J.A. Goytisolo)

quarta-feira, 25 de maio de 2005

terça-feira, 24 de maio de 2005

direcção de colectividade de recreio

ao aceitar festejos numa câmara municipal por um título nacional, a direcção do Benfica perde uma oportunidade de demonstrar o carácter nacional, e não de bairro, do Glorioso

imitando outros clubes e colectividades com implantação em bairros ou cidades, e desprezando o carácter até mundial do Sport Lisboa e Benfica (onde estão os tais milhões por esse Mundo fora? nos Paços do Concelho do Carmona?), esta direcção não tem o perfil nacional e mundial que finge pretender ter

Vieira, vai com o Veiga e leva o Trap contigo!

segunda-feira, 23 de maio de 2005

1ª Plateia


Coliseu dos Recreios, 17 de Junho

share


21:15
SER BENFIQUISTA
Parabéns Benfica! A equipa vencedora da Superliga de Futebol 2004/2005
x
22:30
PRÓS E CONTRAS
A Situação Financeira do País

domingo, 22 de maio de 2005

Parabéns Zé...

Agora deixa-me levar a taça...

BB

sexta-feira, 20 de maio de 2005

défices

a solução para adiar a apresentação de um défice de quase 10% passará por o fazer depois de quebrado um défice de 11 anos?

quinta-feira, 19 de maio de 2005

Do movimento telúrico



sinais de aviso na lagoa do fogo
SC

quarta-feira, 18 de maio de 2005

muro de Berlim



se fossem soviéticos e bolcheviques teria dúvidas, assim não: estou contra os russos brancos e mencheviques e do mesmo lado da barricada que a Mariana, os Miguéis e o emigra pai deste blog

terça-feira, 17 de maio de 2005

Ares do Atlântico ou post do chamem-me o que quiserem


SC

começa hoje

(Baltazar, basta estares com os sentidos bem despertos, não precisas de voz)


segunda-feira, 16 de maio de 2005

quinta-feira, 12 de maio de 2005

já não ficam em último

O primeiro desfile de marchas populares teve lugar em 1932 e contou com três bairros a concurso Campo de Ourique ficou em primeiro, com o prémio Imponência e Movimento; Bairro Alto em segundo, distinguido pela Alegria; e Alto do Pina em terceiro, com referências ao Pitoresco e Bizarria.
Além dos bairros a concurso, participaram no desfile de 1932 outras três marchas que acabariam, também, por ser avaliadas Alcântara recebeu o prémio de Rigor Histórico e Elegância, Alfama o de Tradição, e Madragoa de Rigor Histórico e Carácter Popular.




mas por falta de bairrismo, Campo de Ourique não conseguiu angariar marchantes e não vai desfilar este ano. será preciso outro SOS pelo bairro?

Escrever o círculo

O círculo é a forma eleita
É ovo, é zero.
É ciclo, é ciência.
Nele se inclui todo o mistério
E toda a sapiência.
É o que está feito,
Perfeito e determinado,
É o que principia
No que está acabado.
A viagem que o meu ser empreende
Começa em mim,
E fora de mim,
Ainda a mim se prende.
A senda mais perigosa.
Em nós se consumando,
Passando a existência
Mil círculos concêntricos
Desenhando.

Ana Hatherly

SC

mais um que se vai perder

(Sara, põe-te boa)


quarta-feira, 11 de maio de 2005

a mão do diabo



nunca escondi que fui militante do PSR, inclusive dirigente e até responsável por várias iniciativas e campanhas eleitorais – mas demiti-me formalmente no 1º de Maio de 1996. também nunca escondi que em 99 votei Bloco, mas não tive dúvidas em votar na coligação de esquerda nas autárquicas de 2001 – e não me arrependi como alguns chuchialistas de ter dado o voto ao irmão do Portas e não ao João Soares

mas como é que eu poderia ter algo a ver com este Bloco?



para mão esquerda erguida já me basta o PS, do que eu gosto é do punho direito bem levantado: De pé, ó vítimas da fome!



a mão de Deus

só espero que não seja preciso ganhar ao líder por 1 a 0, para lá dos descontos depois dos 90', em off-side, com a entrega de São Pedro Mantorras e a mão de Maradona e Vata a ajudar

terça-feira, 10 de maio de 2005

segunda-feira, 9 de maio de 2005

Ir e Voltar

As cidades têm as suas palavras,
os seus caminhos solares,
a sua fragilidade tranquila.
A leitura duma cidade é permanente e ágil,
como um transporte verbal,
sólido no seu rumor dinâmico,
entre os blocos residênciais
e um campo nupcial.
As cidades são sempre sem regresso,
em que a inocência inspira
o abandono circular,
como se reunisse na sua existência luminosa
a fértil lucidez,
o nascimento infigurável
de uma presença harmoniosa,
tão perfeita na sua insubmissa
qualidade habitável.

Fernando Esteves Pinto

SC

quarta-feira, 4 de maio de 2005

terça-feira, 3 de maio de 2005

escola

a escola privada é uma liberdade, a escola pública um direito

(Vital Moreira, hoje, no Público, Ensino básico a tempo inteiro)

Abril em Maio?

e se de repente quem te refundiu as t-shirts em Abril te oferece uma no 1º de Maio? isso é impulse? não, é uma t-shirt Labrador!

(ligeiramente inspirado no Impulse, pré-Axe e contemporâneo do ainda ‘actual’ 8x4)

Europa de Cultura

enquanto A Bola titula “O novo Zé da Europa” e artistas e intelectuais esboçam a Europa da Cultura em Paris, o movimento SOS Cinema Europa / EUROPA – Casa da Cultura, organiza amanhã uma tertúlia.


“LUGARES DE PARTILHA DA CULTURA EM LISBOA E O CINEMA EUROPA”

É este o ponto de partida para uma conversa/debate, marcada para amanhã, quarta-feira 4 de Maio, às 21 horas, no salão da centenária Padaria do Povo, Rua Luís Derouet, 20 (em Campo de Ourique).


Trata-se de mais uma acção deste grupo de cidadãos, que se opõe à demolição do edifício onde funcionou o cinema Europa, e que tem vindo a apelar à Câmara Municipal de Lisboa para ali criar uma Casa da Cultura – Centro Cívico, multifuncional.

Confirmadas as presenças de Eduardo Nery (artista plástico), Henrique Cayatte (designer), Guilherme Valente (editor da Gradiva), Rui Pereira (da Associação Zero em Comportamento), José Mário Silva (jornalista), Alves de Sousa (arquitecto), Sérgio Azevedo (empresário/produtor de teatro), Hélder Costa (encenador), Jorge Silva (fundador do Teatro dos Aloés). Foram também convidados representantes do poder local (das Juntas e Assembleias de Freguesia de Santo Condestável, Santa Isabel, Prazeres e Lapa e da Câmara e Assembleia Municipal de Lisboa) e o convite estende-se, naturalmente, a todos os moradores, trabalhadores e amigos do bairro de Campo de Ourique.


segunda-feira, 2 de maio de 2005

há mar e mar (II)



domingo de manhã, antes e depois do futebol



em contagem decrescente para a revolução vermelha de Outubro

Flatland I

de hoje a 4ª, 22h, zdb

de Patrícia Portela

Nelson, já o tenho



há mar e mar